Buscar
  • natachacapozzi

Princípios da Psiquiatria Integrativa

Atualizado: 5 de Mai de 2019



Abordagem Integrativa dos Transtornos Mentais


A saúde mental é um dos principais determinantes do bem-estar e tem sido fortemente influenciada por fatores de estilo de vida, como estresse crônico, estilo de vida sedentário, nutrição pobre, obesidade, abuso de substâncias e isolamento social.O objetivo fundamental de uma abordagem integrativa em saúde mental é encontrar os tratamentos mais adequados – convencionais e complementares – que tratem de forma segura e eficaz os sintomas do indivíduo, levando em consideração seu o momento atual e suas preferências pessoais, crenças culturais e restrições financeiras. Trata-se de uma abordagem apoiada em evidências e endossada pela American Psychiatric Association.


E como é essa abordagem afinal


Entre os princípios de uma abordagem integrativa estão a avaliação clínica e mental, exames complementares se indicados, elaboração de um plano terapêutico construído em parceria com o paciente e acompanhamento transdisciplinar.A psiquiatria integrativa está indicada para pessoas que querem assumir a responsabilidade pelo seu bem-estar, abordando os efeitos do estilo de vida, emoções e interações sociais na saúde.Um de seus elementos é a Medicina Funcional, que determina como e porque as doenças ocorrem e busca restabelecer a saúde atuando nas causas das doenças. Ela é individualizada, centrada na pessoa e capacita o paciente a identificar fatores que promovem a saúde.


Os  Dez Mandamentos da Psiquiatria Integrativa


1. Antes de existir uma doença, existe uma pessoa. O médico integrativo não cuida de sintomas, ele pratica a escuta empática para compreender quem é a pessoa com o sintoma ou a doença.


2. O médico integrativo não busca apenas a ausência de doença. Estar “não deprimido” ou “não ansioso” não é suficiente. Felicidade, paz, satisfação e alegria na vida cotidiana são o nosso norte.


3. As relações interpessoais e as redes de apoio de um indivíduo são cruciais na saúde geral e no bem-estar e portanto serão consideradas em uma consulta integrativa.


4. O corpo, a mente e o ambiente funcionam como um todo – não podemos olhar para sintomas sem entender o contexto em que esses sintomas surgiram. Por que você está se sentindo ansioso? O que está acontecendo em sua vida, seu trabalho, seus relacionamentos, seu corpo?


5. Pra que remediar se podemos prevenir? A principal proposta de um médico integrativo é promover uma mentalidade saudável a fim de tornar os problemas menos prováveis ​​e dar mais capacidade ao indivíduo de lidar com eles quando eles aparecem.


6. Todos nós temos uma capacidade inata de autocura, nosso estado natural é ser saudável. Precisamos identificar e em seguida remover os obstáculos que enfraquecem nosso o poder do nosso corpo de curar a si mesmo.


7. As técnicas e tratamentos convencionais mais atuais são integrados a estratégias complementares suportadas por evidências , tais como mindfulness, fitoterápicos, massagem, etc.


8. Somos responsáveis pela nossa saúde e felicidade – alegria e satisfação não são coisas que um médico pode lhe dar. Você deve decidir que estes são objetivos pelos quais vale a pena se esforçar e estar disposto a abandonar hábitos negativos, assim como se responsabilizar por seu autocuidado e seu tratamento. E um médico integrativo vai sempre te lembrar disso 🙂


9. Cada corpo e cada mente possui sua própria identidade, sua própria genética, sua própria história e por isso a avaliação e o plano terapêutico é sempre diferente para cada pessoa. Só podemos dar o que temos – o profissional da saúde integrativa tem o compromisso de cultivar o cuidado de si mesmo e praticar na sua própria vida aquilo que está propondo ao paciente.


10. A psiquiatria integrativa não prescreve só exercícios e plantas – estamos atentos e atualizados a tudo que a medicina tradicional e as evidencias científicas oferecem. Não nos limitamos às medicações, mas também as prescrevemos quando estão indicadas .

410 visualizações

Contate-me

Se tiver perguntas, entre com contato comigo:

Dra. Natacha Capozzi

Rua Bernardino Fanganiello, 651

Casa Verde - São Paulo - SP

Tel: (11) 965834824