Minha Abordagem

pares que funcionam

pares que funcionam

Rochas de equilíbrio

Rochas de equilíbrio

Meditação praia

Meditação praia

Fitoterapia

Fitoterapia

remédios caseiros

remédios caseiros

de mãos dadas

de mãos dadas

Gyan Mudra

Gyan Mudra

Fruit Shakes

Fruit Shakes

Antes de existir uma doença, existe uma pessoa. O médico que pratica medicina integrativa não cuida de sintomas, mas do ser humano por traz dos sintomas. 

A saúde mental integrativa é uma abordagem que utiliza terapias convencionais e complementares no tratamento dos transtornos psiquiátricos. Ela está especialmente indicada para pessoas que querem assumir a responsabilidade pelo seu bem estar, considerando os efeitos do estilo de vida, emoções e interações sociais na saúde.

Minha proposta é sempre o cuidado integral. Em alguns casos esse cuidado se inicia com a estabilização do quadro com medicamentos convencionais, em outros, opções como fitoterapia e meditação, poderão ser usadas de forma exclusiva ou complementar. O caminho depende de qual momento da sua vida você se encontra, qual a gravidade dos seus sintomas neste momento e o que você pode a fazer para atingir o melhor da sua saúde. ​

Para isso precisamos entender como e porque as doenças ocorrem e então restabelecer a saúde atuando em suas causas e não apenas em seus sintomas.

Assim, considerando as necessidades de cada um, sua história, cultura e condições financeiras, podemos construir um plano terapêutico que permita controlar os sintomas e fortalecer a autoconsciência e os recursos para o autocuidado.

C.G.Jung

Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro do seu coração.

Quem olha para fora, sonha.

Quem olha para dentro, acorda.

Na Prática...

A divisão da medicina em especialidades e do ser humano em sistemas é apenas didática, na prática isso não existe. Uma queixa de insônia pode ser causada, por exemplo, por uma alteração na tireoide ou pelo consumo exagerado de cafeína. E tomar um remédio para dormir pode ser a última coisa que você precise neste momento.

 

Durante nossa consulta eu irei te perguntar muitas coisas e provavelmente irei te escutar mais do que falar. Eu irei querer saber sobre sua saúde geral, sobre os exercícios que pratica, se você fuma e o quanto você consome de álcool. Eu irei te questionar sobre suas relações interpessoais e as redes de apoio que você possui. E se você me disser que se sente ansioso eu irei querer o que está acontecendo em sua vida, seu trabalho, seus relacionamentos e seu corpo que estão produzindo esses sintomas em você. 

 

Talvez seja necessário incluir alguns exames clínicos, alguns ajustes na dieta e nos hábitos de vida, estabilizar o cérebro com  medicamentos  e a mente através da psicoterapia, das práticas contemplativas e do cultivo do bem estar. 

 

Com esse conjunto de ações vamos tornando nosso corpo e nossa mente aptos para percorrer os caminhos do cuidado em direção à saúde integral.